2016-03-03
ICP Europe lança protocolos para reabilitação

Investor Confidence Project Europe (ICP Europe) acaba de lançar seis novos protocolos iniciais que visam aumentar o investimento na reabilitação energética de edifícios, aproximando o mercado dos 100 mil milhões de euros necessários para cumprir os objectivos europeus ao nível da eficiência energética, em 2020.

 

Para tal, este conjunto de guidelines define as melhores práticas europeias de poupança de energia, optimização de desempenhos energéticos e monitorização dos resultados inerentes aos investimentos em eficiência energética. Daqui espera-se que saia um sector da reabilitação comercial pujante e mais robusto, aumentando-se a “confiança nos fundamentos da engenharia e no retorno financeiro dos projectos”.

 

É ainda expectável que sejam reduzidos os custos de transacção e acelerado o processo de negociação dos projectos de reabilitação de edifícios, como resultado das parcerias estratégicas feitas pelo ICP Europe com o Grupo de Instituições Financeiras para a Eficiência Energética, onde se incluem os Serviços Financeiros da Siemens, Deutsche Bank, ING, Allianz e BNP Paribas.

 

“Estamos envolvidos no ICP Europe por motivos puramente de negócio: acreditamos que é um passo necessário para desbloquear o capital que o nosso sector requer para atingir as metas europeias”, sublinhou Stephen Barker, director da área Energy Efficiency and Environmental Care, na Siemens no Reino.

Já o director da EnergyPro Ltd. e consultor sénior do ICP Europe, Dr. Steven Fawkes, não tem dúvidas de que “com o lançamento dos seis primeiros protocolos de reabilitação, o ICP Europe está a ajudar a eficiência energética a tornar-se num produto normalizado e, portanto, uma parte indispensável do portefólio de qualquer investidor institucional”.

 

Esta é, assim, uma forma de tentar minimizar as dificuldades sentidas. “Os governos e ONGs têm, durante anos, indicado a eficiência energética como o fruto mais fácil de colher e que pode trazer um retorno saudável em investimento. Mas, e apesar das acções de alguns líderes de mercado, investir na eficiência não é tão fácil como se faz parecer – se assim fosse todos os estariam a fazer”, conclui Dr. Steven Fawkes. 

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições