2017-10-10
IHRU quer reabilitar bairros sociais sem esquecer eficiência energética

O IHRU – Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana pretende avançar com a reabilitação de 17 bairros sociais, contando para isso com a ajuda dos fundos do Portugal 2020. Dos 17 projectos identificados, quatro foram submetidos a candidatura e outros dois já receberam luz verde: o bairro do Arcozelo, em Barcelos, e o bairro Amarelo, em Almada. As candidaturas para os restantes serão entregues até ao final do ano, garante o instituto.


A intervenção do IHRU visa chegar a 1632 fogos, num investimento que ultrapassa aos 16,3 milhões de euros e que terá como um dos objectivos centrais aumentar a eficiência energética das habitações. Sete das candidaturas – bairros Quinta da Marinha (Espinho), Ramalde do Meio (Porto), João Paulo II (Felgueiras), Amarelo – Lote 15 a 34 (Almada), Mário Madeira (Odivelas), Chelas – Lote 70 (Lisboa) e Zambujal (Amadora) – visam concretamente a melhoria do desempenho energético de 924 fogos, num investimento de 9 775 248 euros.


Em Barcelos, no bairro do Arcozelo, as obras de reabilitação integral – as primeiras em 44 anos – já avançaram em Março. O projecto inclui a remodelação e isolamento das coberturas, revestimento das fachadas com materiais eficientes do ponto de vista energético, substituição das janelas e respectivas caixilharias e reparação e beneficiação das áreas comuns dos edifícios, nomeadamente escadas e redes comuns de água e electricidade.


Por sua vez, no bairro Amarelo de Almada, a prioridade será dada aos edifícios em pior estado de conservação, pelo que, para já, estão apenas incluídos 14 lotes, nos quais será feita a reabilitação das partes comuns (coberturas, fachadas, zonas de circulação e renovação das zonas técnicas), mantendo as características gerais da arquitectura existente. A reabilitação dos restantes lotes será incluída numa segunda candidatura.


O IHRU é proprietário de um total de 15 512 fraçcões, das quais 14 027 habitações e as restantes 1 485 não habitacionais. A reabilitação deste edificado é assumida como uma prioridade do IHRU, que realizou investimentos na ordem dos 45 milhões de euros nos últimos oito anos.

O acesso do IHRU aos fundos comunitários para este tipo de projectos é feito no âmbito do Portugal 2020, em particular dos Planos de Acção Integrada para as Comunidades Desfavorecidas (PAICD), Planos Estratégicos de Desenvolvimento Urbano (PEDU) e eficiência energética.

 

 

 

Foto: Bairro do Arcozelo, Barcelos ©IHRU

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições