2013-11-11
InSwitch vence Prémio EDP Inovação

O projecto InSwitch foi o grande vencedor do Prémio EDP Inovação 2013, numa cerimónia que decorreu ontem à noite, no Museu da Eletricidade. A fiabilidade, baixos custos e pequenas dimensões são algumas das características que diferenciam o dispositivo electrónico que promete poupanças de energia em motores elétricos, melhorias no factor da potência e uma redução de custos de manutenção – factos atestados pelas duas patentes que a InSwitch já possui.

O projeto InSwitch surgiu no âmbito do projeto final de curso de Engenharia Eletrotécnica de três dos membros da equipa. Proposto pelo Professor Fernando Ferreira, o mentor da ideia, José Guarino, Miguel Oliveira e Ricardo Ferreira aceitaram o desafio, formando a equipa de desenvolvimento do InSwitch. Desenvolvido o protótipo do projecto, foram já realizados testes laboratoriais que mostram que o dispositivo pode levar a uma poupança entre 15 a 20%, dependendo do nível de carga do motor e da sua variação ao longo do período de trabalho.

Para além do cheque de 50 mil euros, os vencedores do Prémio EDP Inovação 2013 foram ainda premiados com uma viagem a São Paulo, durante a qual terão a oportunidade de apresentar o seu projecto à EDP Brasil, estabelecer uma nova rede de contactos e dar continuidade ao êxito do InSwitch.

O prémio EDP Inovação, que este ano celebra a sua quinta edição, tem assumido um papel de destaque no incentivo ao empreendedorismo e desenvolvimento de novos projectos empresariais focados em inovação tecnológica, particularmente na área das tecnologias limpas no sector da energia.

António Vidigal, Presidente da EDP Inovação, relembra que "Através do Prémio EDP Inovação, o Grupo tem vindo a assumir um papel de relevo na atração de talento e aposta na capacidade empreendedora, tendo, ao longo dos últimos anos, apoiado algumas empresas start-ups com projetos de relevo no setor da energia. Exemplo disso são os projetos da Zypho, Omniflow, Eco-EIFES e CleanBioMass, participantes em edições anteriores do Prémio, posteriormente apoiadas pela EDP Inovação através da incubadora EDP Starter, e que hoje se encontram a comercializar o seu produto inovador no mercado".

No decorrer da cerimónia de entrega de prémios, foram ainda apresentados os outros dois finalistas a concurso: Energy Click - equipamento utilizado na produção de energia através de lamelas rotativas ocas instaladas em espaços ventilados que permite a produção de energia térmica, bem como a melhoria do nível de conforto. Esta tecnologia, baseada num princípio de coletores solares instalados em vez de superfícies transparentes, aproveita as potencialidades quer dos coletores, quer da energia disponível em superfícies transparentes sujeitas e radiação solar direta; Enhanced WT – dispositivo convergente-divergente que aumenta o rendimento da produção de electricidade de aerogeradores de pequena potência, reduzindo simultaneamente o ruído destes equipamentos.

Os três finalistas foram premiados pelo EnergyIN, pólo de competitividade na área das energias, que se associou, pela primeira vez, ao Prémio EDP Inovação. O EnergyIN ofereceu aos vencedores a possibilidade de serem seus associados durante um ano, sem qualquer custo. A principal vantagem para os associados do EnergyIN, para além da facilitação e alargamento da rede de contactos, é a comparticipação de 75% na realização de estudos e na inscrição em plataformas internacionais tecnológicas e respectivas deslocações.

O projeto STEP foi também distinguido pelo júri do Prémio como um projeto em desenvolvimento com alguma maturidade.

A SurveyMonkey, a maior empresa de questionários e pesquisas do mundo, foi outra das parceiras deste concurso e vai oferecer aos três finalistas uma conta anual do Plano Gold, no valor de 300 EUR. Esta ferramenta é uma mais-valia para os empreendedores porque permite criar questionários e fazer pesquisas online de forma ilimitada em número de questionários, questões e respostas.

Em 2014 o Prémio EDP Inovação terá continuidade como forma de incentivar o empreendedorismo e o desenvolvimento de novas tecnologias em Portugal.

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições