2019-01-29
Samsung leva a IoT ao segmento de climatização
Filipa Cardoso*

Apostar na conectividade e entrar na era da Internet of Things (IoT) é a grande novidade da Samsung no segmento da climatização para o ano de 2019. B.IoT é o nome da plataforma de controlo que vai dar contornos à aposta, mas esta não chega sozinha: uma nova gama R32, novas soluções water-based (água) e a nova abordagem chave-na-mão “One Samsung”.

 

As novidades da gigante sul-coreana foram apresentadas no passado dia 25, no Mónaco, durante o Climate Solutions Days, um evento organizado pela Samsung Electronics Air Conditioner Europe (SEACE) e que juntou 180 participantes, entre parceiros, distribuidores, instaladores e jornalistas vindos de toda a Europa.

                                                                                          

O b.IoT vem disseminar a conectividade, o controlo remoto e a monitorização no sector, combinando algoritmos capazes de identificar e prever padrões relacionados com conforto, preços da energia e comportamento dos utilizadores, assim como a detecção de anomalias e parâmetros de distribuição de energia. O sistema está já a ser testado no Warsaw Spire, um edifício de 47 pisos localizado na capital polaca.

 

A nova gama de equipamentos que utilizam o R32 vem dar resposta à necessidade de utilização de refrigerantes com baixo impacto de aquecimento global. Por esse motivo, a Samsung quer fazer essa transição o mais rapidamente possível, optando, assim, por uma “solução segura, económica e amiga do ambiente”. Para ajudar os instaladores a fazer esta transição, deverá ser lançado, durante este ano, um toolkit e várias acções de formação.

 

A par dos sistemas com R32, e nos casos em que este não é uma opção, a Samsung está também a explorar a água para os equipamentos DVM Chillers e DVM Water. A aplicação destas soluções está ainda em fase inicial, estando a Samsung a implementar um projecto para uma rede de supermercados na Europa.

 

Por fim, a “One Samsung” vai mais além do AVAC. A intenção é disponibilizar uma solução integrada com os vários segmentos da marca sul-coreana, contemplando as soluções para retalho, hotelaria, educação, residencial e de escritórios, num esquema de funcionamento “chave-na-mão”.

 

Outra das novidades anunciadas, desta vez, do ponto de vista organizacional, foi o novo cargo de Wim Vangeenberghe, presidente da SEACE, enquanto vice-presidente da Global HVAC Solution Business da Samsung. Com isto, a Samsung replica o modelo que adoptou há dois anos para a Europa, criando uma divisão específica para o segmento do ar condicionado, desta feita, à escala mundial. “É uma forma de dizermos que [a Samsung] está para ficar no mercado de AVAC. Em 2018, os resultados no mercado B2B [business to business] foram muito bons, mas há muito para fazer”, afirmou Vangeenberghe.

 

No evento da semana passada, estiveram presentes cerca de 180 participantes, incluindo representantes do mercado nacional, tais como a Hiperclima ou o Grupo Rolear. “Há 14 anos que trabalhamos com a Samsung, tem sido uma boa relação e os produtos têm vindo a melhorar a cada ano, vendendo-se bem no nosso mercado, em particular as gamas 360 Cassette e Windfree”, afirmou Joaquim Meneses, da Hiperclima.

 

Para além das novidades da marca, a Samsung apelou à inovação e coragem para a disrupção, brindando os participantes com um momento singular: a participação do speaker motivacional Dietmar Dahmen.

 

 

 

 

*A jornalista viajou a convite da Samsung

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições